Alcance orgânico no Facebook: 3 fatores fundamentais

Alcance orgânico no Facebook: 3 fatores fundamentais

O alcance orgânico no Facebook é o que determina quantas pessoas verão sua publicação, sem que ela tenha sido patrocinada. Ou seja, é quanto o seu post está aparecendo para a sua base de curtidores.

Entender como funciona esse processo é fundamental para saber que ações tomar a fim de obter melhores resultados com as suas postagens.

O objetivo deste artigo é abordar os fatores que mais implicam no potencial de alcance orgânico no Facebook. Para introduzir o assunto, primeiramente vamos a algumas definições.

Definições

O que define alcance?

O termo alcance, também conhecido como “entrega”, significa no contexto do marketing digital para mídias sociais a quantidade de pessoas para quem uma postagem ou anúncio foi exibido.

Alcance é diferente de impressão, que significa quantas vezes sua divulgação foi exibida. A impressão é sempre maior que o alcance, pois o post ou anúncio pode ter aparecido mais de uma vez para a mesma pessoa.

Ter uma taxa de alcance satisfatória em uma publicação ou anúncio aumenta as chances de atingir um resultado mais de acordo com o desejado.

Alguns exemplos:

  • Quanto mais pessoas visualizarem seu post, maior poderá ser a taxa de engajamento que ele terá.
  • Quanto maior o número de exibição do seu anúncio com objetivo de tráfego, maior será o potencial de visitas à página de destino.
  • Quanto maior o número de exibição de um anúncio de conversão para venda, maior será a probabilidade de vender através desse anúncio.

O que é alcance orgânico?

Chamamos de alcance orgânico o número de exibições de uma postagem de forma gratuita, ou seja, uma postagem que não foi patrocinada (promovida, impulsionada, turbinada – os termos sinônimos são diversos).

Quando você tem uma página comercial no Facebook (ou mesmo um perfil pessoal) e cria uma postagem, ela é entregue a um percentual bem menor do que a quantidade total de curtidores que você tem.

Isso acontece principalmente devido ao alto volume de conteúdo postado na rede social, principalmente no Facebook, que é uma plataforma bastante acessada e conta com cerca de 130 milhões de usuários só no Brasil.

Quem determina qual é o alcance de uma publicação são os algoritmos do Facebook.

O que são os algoritmos e como eles “trabalham”?

alcance orgânico

Os algoritmos podem ser definidos, de forma simplificada, como uma “máquina” que trabalha por traz daquilo que a gente vê na plataforma, programada para ler nosso comportamento de navegação e, dentre outras tarefas, priorizar a entrega de conteúdo que venha a ser mais relevante para a audiência.

A verdade é que, mais que uma plataforma de entretenimento gratuita, o Facebook é uma empresa com fins lucrativos. Ela provê a diversão que temos ao usar a plataforma em troca de conhecer melhor o nosso comportamento na rede social e usar esse conhecimento para dar melhores resultados aos anunciantes.

Diante disso, a última coisa que o Facebook precisa é que as pessoas deixem de acessar a plataforma, nem que diminuam o tempo nela.

E se ela “afrouxar” o algoritmo, deixando que as entregas de conteúdo ocorram sem controle algum, pode ser que eu ou você não gostemos muito do que estamos vendo na rede social e passemos a ocupar nosso tempo ocioso com outra distração.

O Facebook busca, então, entender do que as pessoas gostam – com base em como elas reagem às publicações que veem – para entregar a elas conteúdo que lhes seja mais relevante.

O que caracteriza um conteúdo relevante?

conteúdo relevante

O que determina para os algoritmos do Facebook se um conteúdo é relevante ou não – e para quem ele é relevante – é o comportamento da audiência perante as postagens.

Os algoritmos não têm inteligência para ler e avaliar se o texto do seu post foi bem escrito ou se a imagem ou vídeo são profissionais ou amadores.

É claro que conteúdo bem feito é primordial para se destacar nas redes sociais, mas a relevância é relativa, pois o que é interessante para mim pode não ser para você.

Os parâmetros que indicam aos algoritmos se determinado conteúdo é relevante para a audiência baseiam-se em algumas métricas, tais como o período de tempo em que o usuário ficou diante da sua postagem. Esse parâmetro pode indicar que o usuário:

  • Viu a imagem e leu o texto descritivo.
  • Assistiu ao vídeo por completo.
  • Visualizou todas as imagens contidas no post.
  • Leu os comentários.

Outro parâmetro diz respeito às interações com a publicação. Em postagens no Facebook, as interações possíveis são:

  • Curtidas.
  • Comentários.
  • Compartilhamento.
  • Salvamento.

Isso é o que chamamos de engajamento, ou seja, a relação que se cria entre a postagem e a atenção da audiência, que fará com que a pessoa atraída execute ações e reações em relação ao conteúdo.

Sendo assim, podemos concluir que o interesse da sua audiência pelo assunto tratado em seu conteúdo é o que determina a sua relevância.

Quando o público que você atraiu para seguir sua página não se interessa pelo que você posta, vai engajar pouco ou nada, e o alcance será pífio.

Criar conteúdo que seja interessante aos curtidores da sua página ou atrair público que se interesse pelo que você deseja postar é a melhor tática para aumentar o alcance das suas publicações, o que consequentemente vai repercutir em maior engajamento, objetivo principal de publicarmos numa rede social.

Isso posto, vamos agora aos fatores que influenciam no alcance orgânico no Facebook.

3 fatores que influenciam no alcance orgânico no Facebook

facebook

Analise esta situação hipotética:

Ricardo tem uma página comercial no Facebook com 400 ou, que sejam, 4.000 curtidores. A questão é que ele logo percebe que seus curtidores não estão curtindo suas publicações, e isso o incomoda.

Ele teve um enorme cuidado em escolher o melhor tema para a sua postagem, se matou para desenvolver a legenda e a arte (já chegou até a pagar a um profissional para criar isso para ele), e o resultado esperado não foi obtido.

Quem curtiu foi mãe dele (e muitas vezes nem ela, porque nem sempre vê a publicação).

Esse relato pode parecer exagero ou deboche, mas não é, não! A maioria das pessoas que já tentou manter uma página no Facebook e fazê-la crescer de forma orgânica fatalmente passou por isso.

Há alguns anos era mais fácil obter interação. Mas a cada dia torna-se mais difícil conseguir engajamento orgânico no Facebook.

O dono da página se sente totalmente rejeitado e pode até ficar com raiva dos curtidores, afinal o que é que eles querem para curtir? Por que a postagem não os agradou?

Primeiro fator: alcance

O primeiro fator a ser levado em conta neste caso é o alcance da publicação. Devido ao altíssimo volume de publicações no Facebook a toda hora, a sua postagem não vai aparecer para todos os seus seguidores.

Segundo fator: relevância

O segundo fator a ser considerado diz respeito à relevância. Se os curtidores da sua página não se identificam com o conteúdo que você publica, não vão engajar com a sua publicação. Afinal as pessoas não são obrigadas a interagir com o que não as interessa ou com o que elas sequer entendem.

Terceiro fator: número de curtidores

A terceira questão é o número de curtidores da página.

Vou explicar melhor a importância disso. Simplesmente é fato que, organicamente, sua postagem vai ser exibida a um percentual pequeno do seu total de curtidores. Então vamos refletir a respeito disso:

  • Quando sua página conta com umas centenas de curtidores, sua postagem poderá ser exibida para em torno de algumas dezenas de curtidores.
  • Quando a base de curtidores da sua página envolve milhares de curtidores, o alcance orgânico pode aumentar proporcionalmente. Ou seja, pode girar em torno de algumas centenas de curtidores ou mesmo uma milhar.

Quanto mais pessoas virem a sua publicação, mais interação ela pode receber; isso se o público da página for segmentado de acordo com o propósito do seu conteúdo.

Unindo os 3 fatores

engajamento

A qualidade da sua base de curtidores é fundamental para determinar o sucesso da postagem, no sentido de alcance e volume de interações que ela pode obter.

É natural que uma página que tenha 1 milhão de curtidores, tenha mais curtidas em uma publicação do que uma página que tem 400 curtidores.

Mas também pode ocorrer de uma página com 400 curtidores ter mais curtida em uma publicação do que uma página com 4.000.

Isso porque, se a página com menos curtidores tiver curtidores mais segmentados para o tipo de conteúdo publicado, ela naturalmente vai ter mais alcance do que uma página com mais curtidores, porém desinteressados no conteúdo publicado.

Conclusão

Podemos concluir, portanto, que o alcance orgânico que uma página costuma ter em suas postagens depende diretamente da relevância do conteúdo que ela publica.

Também podemos afirmar que essa relevância é determinada pelo interesse que a audiência da página tem pelo conteúdo publicado.

Para que isso tudo funcione em harmonia, ao aumentar a quantidade de curtidores da sua página no Facebook, é preciso atrair pessoas que correspondam ao público-alvo do seu negócio ou que tenham real interesse no seu conteúdo.

Dessa forma, tendo poucos ou muitos curtidores, se forem curtidores segmentados para o seu nicho, eles vão engajar mais com a sua publicação.

Quanto mais engajamento houver com a sua publicação, principalmente logo que ela tenha sido postada, maior vai ser a entrega aos curtidores.

Se o interesse da sua audiência motivá-la a compartilhar suas publicações, outras pessoas vão conhecer seu conteúdo. Logo, aqueles que se identificarem vão passar a curtir sua página organicamente, aumentando sua base de curtidores.

O Facebook dá preferência para entregar conteúdo que demonstra estar agradando mais. O resultado disso é o aumento do alcance, o que explica a possibilidade de uma página de 400 curtidores ter mais curtidas em publicações do que uma página com 4.000 curtidores.

Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *