Marketing Digital para pequenas empresas: primeiros passos

Marketing Digital para pequenas empresas: primeiros passos

O marketing digital para pequenas empresas é algo imprescindível para que elas se sustentem – e, acredite, pode ser bastante simples e de fácil acesso.

marketing digital para pequenas empresas

Que a internet trouxe uma aproximação maior entre as pessoas não é segredo pra ninguém. Quem nunca encontrou pela internet aquele amiguinho do jardim de infância ou aquele parente do seu pai que mora lá na Itália?

Pois é. Dentre as diversas vantagens que esse recurso nos possibilita – de adquirir mais informação, resolver questões de banco ou até submeter a declaração de imposto de renda num mero clique –, relacionamento talvez seja a maior delas.

E é exatamente por essa trilha que o marketing digital para pequenas empresas caminha. O marketing digital veio para ficar, pois possibilitou que qualquer nível de empreendedor consiga fazer sua marca se destacar. Mesmo sem muito dinheiro, com um trabalho online bem feito é possível atingir excelentes resultados.

Antigamente, somente as grandes marcas conseguiam se destacar no mercado. Outdoors caríssimos, comerciais na TV, publicidade em revistas… tudo inacessível ao pequeno empreendedor.

Os pequenos negócios só tinham chance na sua área de alcance máximo: a mercearia da esquina só vendia até três ou quatro quarteirões dali, e o artesão só conseguia ampliar suas vendas dependendo do boca a boca e batendo de porta em porta.

Aliás, boca a boca também existe no mundo virtual, mas pensa só no alcance que pode ter hoje! Que diferença!! Não estamos mais falando do nosso círculo de conhecidos, da igreja, da escola, do bairro, da família…

O que um conhecido seu publica hoje nas redes sociais tem uma visibilidade que atravessa fronteiras que antes não podíamos imaginar. Hoje você sequer precisa conhecer alguém pessoalmente para vender seu produto!

Mas é preciso ser estratégico para aplicar o marketing digital para pequenas empresas, porque o público anda muito mais bem informado, e as notícias, boas ou ruins, correm para muito mais longe do que o boca a boca de antigamente.

Primeiros passos do marketing digital para pequenas empresas

primeiros passos do marketing digital

O marketing digital preza pelo relacionamento entre empresa e seu público. Esse é o grande trunfo que tem tornado o marketing online mais eficaz que as tradicionais abordagens de comunicação.

Aproximar-se das pessoas que você quer atrair é a melhor estratégia de marketing digital para pequenas empresas, que lhe permitirá entender o que seu público quer, o que busca, o que espera, do que gosta.

Só assim você vai conquistar clientes fiéis e, através do conhecimento das necessidades reais dessas pessoas, aprimorar seus serviços, oferecendo experiências de real valor a elas.

Mas o que é preciso fazer? A seguir estão os primeiros passos para aplicar o marketing digital para pequenas empresas. Confira!

1 – Crie sua identidade visual

identidade visual

Para começar a aplicar o marketing digital para pequenas empresas, seu negócio precisa ter uma “cara”. Como quer que o seu público o veja? Que impressão quer causar?

Você já sabe qual é o ramo do seu negócio, certo? Esse é o primeiro passo. Feito isso, você precisa:

  • Bolar um nome legal para o seu negócio;
  • Investir em um site bacana, que seja fácil de navegar e bem objetivo, deixando claro qual é a proposta do seu produto;
  • Criar um logotipo que tenha relação com o seu produto;
  • Fazer material que chamamos de papelaria personalizada – cartão de visitas, papel timbrado (para envio de propostas, por exemplo), cartão de visitas virtual, assinatura de e-mail, etc.

2 – Defina seu público

segmentação de público

Segundo a Agência Brasil (2020), o Brasil tem 134 milhões de usuários de internet, o que significa que tem muita gente acessível ao marketing digital – mais da metade da população do país!

Em se tratando de alcance, ter acesso a essa quantidade de pessoas é incrível, mas ao mesmo tempo complicado: nem todos os usuários de internet correspondem ao seu público-alvo.

Definir seu público é importante para:

  • Concentrar esforços em quem realmente pode se interessar pelo que você está oferecendo;
  • Evitar desperdício de tempo e dinheiro.

Além disso, com vistas a garantir seu lugar ao sol em relação às grandes marcas, convém às pequenas empresas:

  • Personalizar seu produto ou serviço para atender a um público mais seleto;
  • Direcionar melhor sua comunicação, seus anúncios e demais ações;
  • Dialogar diretamente com as pessoas que você pretende atender.

3 – Esteja online

marketing digital para pequenas empresas

O marketing digital para pequenas empresas demanda um certo esforço, mas isso é perfeitamente possível com as ferramentas digitais disponíveis atualmente – e melhor: sem gastar muito!

Existem várias formas de marcar sua presença online, e elas são todas complementares. Quanto mais você aparecer, melhor será. Acompanhe:

  • Invista em um site, que pode ser um e-commerce ou institucional, dependendo do seu tipo de serviço. Tenha em mente que ele deve ser fácil de navegar e bem objetivo, deixando clara a proposta do seu produto;
  • Lance mão das redes sociais para estar sempre em contato com seus clientes, antes, durante e depois da venda;
  • Crie um blog no seu site e produza conteúdo de qualidade para conquistar visitas frequentes;
  • Seja encontrado em buscas do Google por meio de estratégias do Google Ads;
  • Use estratégias de SEO para fazer com que seu produto seja encontrado no Google através de palavras-chave contidas no conteúdo do seu blog.

4 – Fidelize seu público

cliente satisfeita

No mercado competitivo atual está cada vez mais difícil cativar o público-alvo. Com tantas opções, ele acaba transitando, sem parar, de uma marca para outra.

Uma estratégia de Marketing Digital para pequenas empresas que é excelente para combater essa movimentação do seu público e aumentar suas chances de transformar visitas em vendas é a geração de leads.

marketing digital para pequenas empresas

O meio mais eficaz para gerar leads tem sido a oferta de uma recompensa em troca de dados de contato do cliente. Dessa forma, você fideliza o público ajudando-o em algo de que ele precisa. Ele ficará mais propenso a adquirir seus serviços. Mas a sua cortesia tem que ser de qualidade. Isso garantirá que ele acredite no que você tem a lhe propor.

5 – Esteja onde seu cliente está

cliente online

Uma das premissas do marketing digital é o relacionamento com o cliente, e a internet proporciona às empresas uma proximidade com o cliente jamais possível antes, a um simples toque, de forma democrática. Isso tem a grande contribuição de permitir que se saiba o que as pessoas querem, o que buscam, do que gostam… e onde estão.

É muito comum que o empreendedor seja aquele que faz tudo. É o que executa o serviço ou fabrica o produto. É o que pensa na logística. É o que cuida das planilhas. Haja foco!

O resultado disso é que ele acaba se envolvendo tanto na criação de valor e de produtos de qualidade, e também nas estratégias de alavancagem de vendas, de marketing… que acaba se perdendo do foco principal, que é verificar o que o cliente está realmente achando de tudo o que ele tem feito.

E as redes sociais podem ser muito úteis nisso, pois é onde seu público tem dado o feedback!

Além disso, lembra da propaganda boca a boca? É nas redes sociais também que ela ocorre – e num nível de alcance muito superior ao que havia antes da internet, dentro das comunidades reais.

As redes sociais têm sido, nos últimos anos, muito mais que um canal de encontro entre conhecidos da infância, turma da faculdade ou do trabalho, reunião de família… é onde tudo acontece!

Conforme relatório realizado pela We are Social com a Hootsuite, o Digital 2019, 66% da população brasileira estão nas redes sociais. Ou seja, é praticamente uma replicação do mundo real, “ligada” 24 horas por dia, sete dias na semana.

Portanto, teste os diferentes canais com sua marca. Os principais deles são:

  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Pinterest
  • Twitter
  • LinkedIn
  • WhatsApp

As diferentes redes sociais podem ter a adesão de diferentes públicos. Por isso é interessante verificar e medir:

  • Qual é a melhor rede para o que você está vendendo;
  • Do que seu público gosta mais (por exemplo: ver vídeos ou ler postagens);
  • Qual rede proporciona maior engajamento entre as pessoas sobre o seu produto;
  • Qual gera venda de fato.

O importante é que você saiba que você não pode ficar de fora.

Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *